segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Fomos de férias, à descoberta das suas próximas viagens: As férias da Laura


VIAGENS QUE DESPERTARAM OS SENTIDOS DA LAURA


Indonésia e Marrocos - paisagens, vivências, sons, cheiros... a Laura foi na senda de experiências impactantes!
Assim que aterrou na paradisíaca ilha indonésia de Bali, a Laura foi descobrir os imensos campos de arroz em Ubud, uma cidade “espectacular, muito cultural e muito espiritual”. Se apreciar o contacto com animais, pode também andar de elefante no Bali Elephant Camp. Caso seja adepto de tranquilidade, a Laura recomenda-lhe Nusa Dua, onde pode encontrar praias de mar calmo e areia branca e fina: um verdadeiro paraíso. A Laura terá ainda muito gosto em falar-lhe dos melhores hotéis onde ficar em Bali e Lombok: ela foi espreitar (quase) todos precisamente para poder conhecer os melhores para si!
Em Marrocos, a Laura encontrou uma pluralidade de vivências: foi princesa nos palácios de Meknes, artesã em Fez e uma autêntica mulher de negócios nos mercados. O esplendor imperial de Marrakech não deixa ninguém indiferente. Alguma vez viu um pôr-do-sol nas dunas? Aqui, é possível fazer isso e muito mais: que tal um passeio de dromedário e acampar uma noite no deserto?

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Fomos de férias, à descoberta das suas próximas viagens: As férias da Raquel


A RAQUEL E AS SELVAS DO ORIENTE


Em Agosto, a Raquel visitou terras orientais para descobrir natureza, cidade... e a natureza na cidade! Chegada a Singapura, a Raquel encontrou nesta cidade de jardins tão belos quanto os seus edifícios e uma vasta diversidade cultural:“em Singapura, encontra-se um pouco de todo o mundo”, diz. O conselho da Raquel para si: porque não reservar e jantar numa cápsula da famosa Roda-Gigante (Singapore Flyer)? Sim, é possível!Já se imaginou na selva mais antiga do mundo, onde pode observar espécies ameaçadas no seu habitat natural?Na Ilha de Bornéu, a Raquel viveu uma experiência que considera muito especial e marcante (e agradece aos seus clientes André e Sofia pela bela ideia que lhe deram!). Sempre a pensar no bem-estar dos seus clientes, aproveitou ainda a oportunidade de usufruir de uns dias paradisíacos na luxuriante Ilha Gaya, onde pode desfrutar de diversas actividades como snorkelling, mergulho, caminhadas... e belos jantares, cocktails e massagens!Já na Malásia Peninsular, a Raquel passou por Penang (Património UNESCO), Cameron Highlands (verdes colinas de chá), outro parque natural (Taman Negara, ideal para os aventureiros que gostam de conforto q.b.), Kuala Lumpur (uma "selva urbana") e Malaca, uma cidade que achou muito especial, não só pela sua beleza, como pela familiaridade que transmite:“ouvir falar português a esta distância histórica e geográfica é extremamente comovente”, diz a Raquel após relembrar que esta foi, em tempos, uma colónia portuguesa. Venha conhecer esta cidade repleta de hotéis e cafés-boutique e mercados, excelentes para compras e para passear à noite entre luzes, sabores e bulício. 

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Fomos de férias, à descoberta das suas próximas viagens: As férias da Paula

Sabemos como é importante para si podermos dizer-lhe que estivemos "lá" - e transmitir-lhe o nosso conhecimento e confiança.Ninguém inspira melhor as nossas viagens do que os nossos clientes, que são os maiores viajantes do mundo! Não escondemos: as viagens que organizamos para os nossos clientes despertam-nos muita cobiça. E, ao replicar alguns passos de viajantes cheios de iniciativa, descobrimos novos locais especiais para convidar às próximas aventuras de quem ainda está a fazer planos.Quaisquer que sejam os seus próximos destinos... nós estivemos e estaremos "lá", consigo! 



O WESTERN AMERICANO DA PAULA


A Paula viveu muitos anos nos EUA. Coincidência ou não, os EUA são o destino internacional mais procurado pelos nossos viajantes. Tanto, que a Paula quis conhecer cada canto pelos seus próprios pés, olhos, ouvidos e sentidos.Pois bem, a Paula rumou ao faroeste americano com um objectivo: descobrir os parques e paisagens mais bonitos da América do Norte. A sua primeira paragem foi na característica cidade costeira Carmel-by-the-Sea. Nesta cidade, há casas que parecem de bonecas e vistas imensas, onde as águas cristalinas do Pacífico se fundem com o areal claro.Um pouco mais no interior, a duas horas de Las Vegas, a Paula viveu uma experiência ao estilo western no Grand Canyon Western Ranch,onde se pode explorar as fantásticas paisagens naturais a cavalo.Fazendo uma visita ao Arizona, ela descobriu, ao largo daRoute 66, a histórica cidade de Oatman, cujos espaços, por manterem a traça original, lhe permitem uma viagem aos tempos de cowboys. E se, como a Paula, deseja explorar o deserto do Arizona, o Stagecoach Trails Ranché paragem obrigatória. Aqui, pode adormecer a observar as estrelas:"uma espécie de glamping ao estilo Old West", diz ela.Já no estado de Utah, o Bryce Canyon (na foto) foi eleito pela Paula como o canyon mais exuberante. Nesta espécie de anfiteatro natural, pode encontrar as tão conhecidas chaminés de fada. Quer seja sob um véu de estrelas à noite, um nascer do dia ou um pôr-do-sol, a Paula assegura que a paisagem é de cortar a respiração!

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Portugueses pelos quatro cantos do Mundo

Partilhamos esta publicação de Filipe Morato Gomes, por quem temos uma grande admiração:

"Acabo de chegar a Shiraz, no Irão, onde aguardo o grupo de viajantes que me acompanhará na vigésima edição da viagem Segredos da Pérsia (que tenho liderado para a agência Nomad).
Enquanto não chegam todos e eu desligo um pouco do mundo digital, aproveito para chamar a sua atenção para um conjunto de textos do Alma de Viajante pelos quais tenho um enorme carinho. Trata-se da série Portugueses pelo Mundo, inspirada num homónimo programa de televisão, que retrata - em formato entrevista - a experiência de portugueses a viver nos quatro cantos do mundo.
Da inóspita Longyearbyen localizada acima do Círculo Polar Ártico à cosmopolita Cidade do Cabo no extremo sul do continente africano, há já 60 testemunhos apaixonantes que gostava de partilhar consigo.
Vem isto a propósito de, nos últimos dias, ter publicado mais dois fantásticos relatos: um sobre viver em Cuenca, no Equador, e outro sobre a vida em Pequim. Caso aprecie o registo, eis o TOP5 dos mais lidos, desde o início do ano:
A propósito, se conhecer portugueses a viver em destinos ainda não abordados na série - ver mapa nesta página -, onde quer que seja (da Europa à Coreia do Sul, das Caraíbas à Polinésia, da República do Congo ao Canadá), sinta-se à vontade para os desafiar a participar - e depois eles que entrem em contacto comigo que eu explico tudo. Vamos a isso? Obrigado.
Grande abraço e boas viagens,
Filipe Morato Gomes"

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Procedimentos aeroportuários em Singapura

Se não conhece bem os procedimentos aeroportuários em Singapura, dê uma vista de olhos na informação que se segue.

Os itens controlados precisam de uma licença de importação, declaração ou autorização da autoridade de controlo antes de poderem embarcar para Singapura.
O que pode levar consigo para Singapura, mas necessita de passar por um controlo mais específico?
Seguem alguns exemplos:
- Animais, tais como peixes e pássaros e respectivos produtos;
- CD's, DVD's, filmes e videojogos;
- Armas e explosivos;
- Medicamentos e produtos farmacêuticos;
- Telecomunicações e equipamento de comunicação por rádio;
- Algemas e bastões.

O que não pode levar para Singapura?
Seguem alguns exemplos:
- Pastilhas elásticas;
- Tabaco de mascar ou produtos que imitam o tabaco;
- Isqueiros com o formato de uma pistola ou revólver;
- Espécies selvagens em vias de extinção;
- Fogo de artifício;
- Artigos, publicações, vídeos, disquetes ou quaisquer tipos de software que
contenham obscenidades.
- Qualquer tipo de estupefaciente (podendo ser aplicada pena de morte)

Para obter mais informação, aceda ao site oficial www.customs.gov.sg.

Se ficou interessado(a) em conhecer mais sobre este destino, veja um exemplo de um programa nosso aqui.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017


Quer conhecer o mundo mas receia andar de avião?
Deixe em terra o medo de voar, porque há um mundo que o quer conhecer também!
Conheça o Programa que a TAP lançou, o "Ganhar Asas", que o vai ajudar nesse processo! Este programa terá duas edições:
- 28, 29 e 30 de Setembro
- 23, 24 e 25 de Novembro

Constituído por uma equipa composta por dois psicólogos, um piloto, um assistente de bordo e um engenheiro de manutenção, verá como este programa o ajudará a superar os seus medos!
Mais informações e inscrições aqui!


quarta-feira, 26 de julho de 2017

Uma lenda da fantasia


Quem nunca ouviu falar de Drácula, que inspirou tantas as histórias de vampiros? Este romance leva-nos para países montanhosos como a Roménia. Pode deliciar-se com actividades de trekking pelos Cárpatos e fazer uma rota de castelos medievais. Mas se tem uma paixão por intrigas palacianas, então quererá descobrir a trilogia de Bánffy "A Transylvanian Tale" sobre uma Hungria de outros tempos - é precisamente o livro de cabeceira da Raquel neste momento.


domingo, 23 de julho de 2017

Viagens em solidão


Gabriel Garcia Marquez idealizou Cem Anos de Solidão numa vila fictícia e remota da América Latina. As nossas clientes (leitoras ávidas) que já visitaram a Colômbia, onde nasceu o autor, ficaram fascinadas! Ora, na Colômbia dificilmente sentirá solidão. Mas se quiser uma viagem consigo mesmo(a), veja quem se aventurou por sua conta na Polinésia Francesa e na Argentina e no Chile...

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Uma nova Ilha dos Amores

 Uma nova Ilha dos Amores

Camões enalteceu o povo português e recompensou-os com a Ilha dos Amores, n'Os Lusíadas. A Lisete foi sempre boa aluna de português e desde cedo as odisseias marítimas despertaram o seu fascínio. A TravelTailors também quer presenteá-lo(a) com uma ilha fantástica na Ásia e entrega-lhe de mão beijada o Sri Lanka, um paraíso de templos ancestrais, natureza e vida selvagem! 

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Segredos de Semarang, Java, na Indonésia

Semarang é a capital de Java Central. À partida, a ilha de Java parece não ser tão atraente como a vizinha Yogyakarta, mas a partir do momento em que se começa a conhecer este local, descobrimos o seu charme e encanto.

Influenciada por culturas trazidas pelos imigrantes chineses e holandeses, Semarang é um ponto de fusão onde a diversidade é abraçada, evidente pela arquitectura grandiosa da cidade e a sua deliciosa gastronomia.

Semarang é essencialmente dividida em duas - Semarang Bawa, o coração da cidade, com a sua Kota Lama (Old Town), onde se pode encontrar uma arquitectura típica da era colonial, e Semarang Atas, a sul da cidade central, no sopé do Monte Ungaran, onde se podem esperar temperaturas mais frescas (uma boa desculpa para escapar ao calor!).

1. Ilha exótica com praias deslumbrantes: Karimunjawa National Park

Apesar de se tratar de uma cidade costeira, as praias que encontrará em Semarang não são exactamente "sol, areia e mar". Mas se estiver disposto a ir 90 km para norte, o cenário já será outro: encontrará um conjunto de 27 ilhas que estão à espera de ser exploradas, a maioria das quais está desabitada!


Em Karimunjawa, o estilo de vida é mais descontraído, com os restaurantes a servir pratos de marisco cozinhados em casa e com várias opções de alojamento mais familiares. Para além da fauna e flora tão ricas, que podem ser observadas, porque não tentar nadar com os tubarões, em Menjangan Besar Island?


Deixe-se ainda deslumbrar pela vista panorâmica que o cume mais alto da ilha, Bukit Joko Tuwo, permite - perfeito para ver o pôr-do-sol! Pode ainda observar alguns restos de fósseis de baleias pré-históricas encontrados nas ilhas!


Localização: Os ferries para Karimunjawa são muito limitados, sendo que apenas dois partem de Semarang todos os meses. Terá que viajar para Jepara (3 horas de carro) onde o Express Bahari (barco de alta velocidade) sai todas as segundas, terças, sextas e sábados. O barco parte às 9h00, apanhe o autocarro (5 horas de viagem), que custa 15 000 rupias indonésias (aproximadamente 1.00€) por pessoa. Apanhe um becak de 10 minutos (trishaw) do terminal para o porto. Não se esqueça de organizar a sua viagem de regresso antes de sair do porto!

2. Descobrir beleza na destruição: Brown Canyon

Em vez de protestarem contra a destruição da paisagem, os habitantes locais encontraram beleza nos restos de pedreiras que se encontravam fora da cidade. Assim, décadas de exploração de minérios, com o impacto de explosivos e do efeito de equipamentos pesados, deixaram a sua marca quase natural, esculpindo paredes e pilares que medem dezenas de metros de altura - um "gostinho" do Grand Canyon do Arizona aqui no meio de Java.


Estas pedreiras criaram uma série de trilhas à volta do local, estabelecendo faixas de ciclismo ideais para aqueles que gostarem de adrenalina. Mas lembre-se: ainda há camiões aqui durante o horário de trabalho, pelo que pode ser uma boa ideia arranjar um pedaço de pano e óculos para se proteger do pó.



Localizado a meia hora da zona rural, não há practicamente sinais de trânsito a indicar este local dado que Brown Canyon não é propriamente um destino turístico oficial. Assim, será necessário um veículo eficiente e um guia local para mostrar o caminho, no caso de não conseguir pedir instruções em bahasa.


Localização: Rowosari, Meteseh, Tembalang, Kota Semarang, Jawa Tengah 50279

3. Parque de Aventura nas Nuvens: Umbul Sidomukti, Semarang Atas, Mount Ungaran

Apresentando uma série de obstáculos a um nível de um campo militar, decerto que este parque irá desafiar mesmo as almas mais corajosas. Atravesse um vale a mais de cem metros de distância numa linha de tirolesa ou caminhe numa ponte de corda pendurada a uma altura de treze andares acima do vale.



Se procura uma forma mais relaxada de apreciar a paisagem, opte pelas piscinas revestidas de pedra!


Localização: Kawasan Wisata Umbul Sidomukti, Sidomukti, Bandungan, Jimbaran, Bandungan, Semarang, Jawa Tengah 50661
Horário: das 8h00 às 17h00
Preço: a partir de 10 000 rupias indonésias (perto de 0.70€)

4. Um "high tea" literal: Pondok Kopi, Umbul Sidomukti...

A 1700 metros acima do nível médio das águas do mar, este local encontra-se um pouco acima do parque referido no ponto 3., pelo que permite uma vista ainda melhor desta paisagem deslumbrante! Quando o céu estiver limpo, opte pela área de mesas de piquenique ao ar livre para obter o melhor ângulo para desfrutar da vegetação exuberante. Várias bebidas e refeições encontram-se disponíveis.


Horário: das 8h00 às 00h00

... e a luz ao fundo do túnel: Goa Tirta Mulya, Umbul Sidomukti

Se o isolamento é a sua ideia de refúgio perfeito, certifique-se de não perder o Goa Tirta Mulya, aninhado entre os parques circundantes do Umbul Sidomukti. Este túnel sintético de três metros de largura serpenteia por centenas de metros na paisagem, equipado apenas com luzes escuras e escassas, pelo que poderá precisar de usar o seu telefone como uma lanterna.


Já no final do túnel, encontra uma pequena "varanda" que lhe proporciona uma vista panorâmica para as montanhas e que lhe permite vislumbrar a cidade, no horizonte.

Preço: 5000 rupias indonésias (cerca de 0.33€)

5. Um regresso à Idade dos Impérios: Candi Gedong Songo

Consistindo numa herança da dinastia de Sanjaya no séc. VIII, este complexo do templo descoberto pelas colónias holandesas encontra-se nas redondezas do Monte Ungaran. Apesar do seu nome, Gedong Songo, que se traduz por "nove edifícios", apenas cinco estruturas permanecem em pé nos dias de hoje.


Poderá optar por fazer uma parte do percurso a cavalo, quer acompanhado por um guia, quer por si próprio, se já tiver alguma experiência! Depois de explorar o percurso, descontraia e alivie os seus músculos, dando um rápido mergulho na fonte termal natural - acredita-se amplamente que tem propriedades embelezantes!


Localização: Candi Gedong Songo, Candi, Bandungan, Semarang, Central Java 50614
Horário: das 6h00 às 17h00
Preço: aproximadamente 2.30€; aluguer de cavalo: 80 000 rupias indonésias (cerca de 5.30€)

6. Três culturas, uma fé: Masjid Agung Jawa Tengah

Semarang abraça a diversidade em harmonia, algo que pode ser observado através dos diferentes elementos que compõem a Grande Mesquita de Java Central. Na parte frontal, encontram-se 25 pilares que apresentam um estilo que se assemelha a uma mistura de influências do Renascimento Italiano e da Caligrafia Árabe. A influência Árabe pode ser ainda observada no pátio onde subsistem seis guarda-chuvas gigantes, que são idênticos aos de Masjid an-Nabawi, em Medina.



O edifício da mesquita em si é uma fusão da arquitectura das mesquitas Árabes e Javanesas, enquanto o interior é uma homenagem às mesquitas do estilo de Java, o qual é evidente nos móveis e materiais utilizados. Mais do que "apenas" um local de culto, o complexo Masjid Agung é também o lar da Torre Asma al-Husna. Os dois primeiros pisos apresentam um museu que ilustra a história do Islamismo e o modo como se espalhou em Java.


Localização: Masjid Agung Semarang, Jl. Gajah Raya, Gayamsari, Sambirejo, Gayamsari, Kota Semarang, Jawa Tengah 50613
Horário: Mesquita (encontra-se sempre aberta); Torre (8h00 - 21h00)
Preço: Torre (4000 rupias indonésias; cerca de 0.18€)

7. Faça splash na maior infinity pool da Indonésia: Skypool, no Star Hotel

Conhecida como tendo a piscina mais alta na Indonésia, o Star Hotel permite aos hóspedes observar a paisagem urbana a partir da beira da piscina no mais alto dos arranha-céus de Semarang. Dê um mergulho na piscina, aprecie a vista, refresque-se com uma bebida e recoste-se nas preguiçadeiras junto à piscina deste rooftop.



Poderá ainda desfrutar de festas de churrasco às 6ªf e Sábados no final da tarde. O hotel, localizado na cidade e com bons acessos para os hotspots em Semarang, oferece ainda um buffet com vários pratos locais e internacionais, bem como um bar aberto à beira da piscina!



Localização: Star Hotel, Jl. Mt Haryono, Lamper Kidul, Semarang Sel., Kota Semarang, Jawa Tengah 50242
Horário: das 6h00 às 22h00
Preço: Adultos: 100 000 rupias indonésias (cerca de 7.00€); Crianças: 50 000 (cerca de 3.50€).

8. Herança de uma lenda: Sam Poo Kong Temple

O templo de Sam Poo Kong foi construído para comemorar a visita do almirante chinês (com raízes muçulmanas) Zheng He a Semarang no séc. XV, fortalecendo a influência cultural do Império Chinês em Java. As suas visitas eram celebradas pelos habitantes locais, já que a expedição que o acompanhava trazia produtos exóticos, bem como permitia uma troca de experiências entre pessoas e culturas.



Originalmente, o lugar que foi posteriormente utilizado como templo de meditação para as pessoas que ajudaram a desenvolver e construir a cidade de Semarang, correspondia a uma "caverna" onde as pessoas que acompanhavam Zheng He se instalavam. O complexo do templo é igualmente lar da sua sepultura e os relevos de pedra que pendem nas paredes da entrada, ilustram igualmente as suas visitas à Indonésia.


No final do 6º mês lunar, ocorre um ritual anual no Templo de Sam Poo Kong, onde desfilam as estátuas pelas ruas, desde Jalan Lombok, a Chinatown de Semarang, até ao templo, visando bênçãos para o ano. Para um envolvimento ainda mais autêntico pela cultura chinesa, os visitantes podem alugar roupas tradicionais, complementando o pano de fundo proporcionado por este templo vermelho.

Localização: Sam Poo Kong, Jalan Simongan No.129, Bongsari, Semarang Barat, Bongsari, Semarang Barat, Kota Semarang, Jawa Tengah 50148
Preço: 15 000 rupias indonésias (cerca de 1.00€); Área de Oração: 20 000 rupias indonésias (cerca de 1.35€)

9. Aventura pelas jóias escondidas da selva: Curug Lawe e Curug Benowo

Reservada aos mais corajosos, o trilho para as duas das maiores e mais majestosas cascatas em Semarang exige vigilância e agilidade. Localizadas na zona ocidental do Monte Ungaran, estas duas cascatas são de grande importância para os habitantes locais - além de lhes terem fornecido água durante séculos, é um lugar de tranquilidade inimaginável para um retiro.



Curug Lawe localiza-se numa zona côncava de um penhasco, incluindo mais de 25 quedas de água, que deslizam a 40 metros do chão. O som é completamente hipnotizante! Curug Benowo corresponde igualmente a uma série de cascatas, com vários andares em altura. A cada nível, a "explosão" de água diminui, para que possa mergulhar com mais segurança nas mais diversas piscinas naturais.



Localização: Langgar, Ungaran, Ungaran Barat, Gonoharjo, Limbangan, Semarang, Jawa Tengah 51383

10. Nascer do sol nos "Himalaias" de Java Central: Mount Merbabu

Proporcionando vistas espectaculares a cada passo, não é surpresa que centenas de caminhantes atinjam o Monte Merbabu todos os fins de semana, apesar de saberem que vão precisar de cerca de nove horas de uma caminhada bastante trepidante ao longo dos trilhos na montanha. A uma altura superior a 3000 metros acima do mar, o Monte Merbabu está localizado mesmo ao lado do Monte Merapi.



É essencial que os iniciantes tenham um guia a acompanhar o percurso. Além de ajudá-lo a transportar as suas coisas, os guias irão informá-lo sobre os melhores locais a visitar naquele dia, já que o clima, a fadiga e as condições do solo são factores sérios a considerar na escolha - existem 7 cumes para escolher e ainda mais opções de acampamento. À noite, o espectáculo passa a ser no céu, onde as constelações cintilantes fazem com que se sinta mais perto do céu.



Localização: Para além de ser o percurso menos difícil, as caminhadas a partir de Selo proporcionam as melhores vistas. Apanhe o autocarro Semarang-Solo e saia em Pasar Sapi, Boyolali. De seguida, apanhe um microbus para o Cepogo e continue com outro microbus em direcção a Pasar Selo. Estará a uma hora de caminho até Selo Base Camp, pelo que poderá querer fazer um passeio ojek aí. A partir do acampamento-base, o cume localiza-se a uma caminhada de cerca de 6 horas com três postos principais. Certifique-se de que leva água extra, já que esta é escassa no trilho.
Preço: 10 000 rupias indonésias (cerca de 0.70€)
Quando visitar: Evitar a época das chuvas (geralmente de Outubro a Março)



Não deixe também de seguir estas sugestões:

- Picnic com uma vista espectacular: Eling Bening, distrito de Ambarawa
Acres de jardins abertos permitem que aproveite a atmosfera circundante e o ar fresco da montanha enquanto saboreia uma refeição quente no topo da colina. Pode ainda desfrutar de uma visão perfeita do Lago Rawa Pening abaixo, emoldurado pelas colinas circundantes com uma estrada sinuosa pelo meio. Se for corajoso, poderá ainda dar um mergulho na piscina!

- Um rio radical com 13 rápidos: Genting Kendal, Kabupaten Kendal
Só para os mais corajosos: a tubulação do rio é tão gratificante quanto perigosa, especialmente quando desliza por um fluxo de montanha embrenhado em pedregulhos.

- Mil portas com mil estórias: Lawang Sewu
Não deixe que a sua reputação de ser um dos lugares mais assombrados da Indonésia, o afaste de um dos ícones mais majestosos da cidade! Construído como a sede da empresa holandesa East Indies Railway Company, o nome "Lawang Sewu" traduz-se como "mil portas", visto que o seu design consiste, precisamente, em muitas portas e janelas. Durante a ocupação japonesa na Segunda Guerra Mundial, o prédio foi declarado como base japonesa e a cave foi utilizada como prisão. Actualmente, é um museu que mostra o desenvolvimento das linhas ferroviárias na Indonésia.

- Choque cultural: Tour Culinária em Semarang

Passe pela "Chinatown", no distrito de Pecinan e deixe-se deliciar pelo Pasar Semawis, evento semanal em Semarang onde poderá experimentar uma míriade de pratos, vá a Bandeng Presto e coma peixe sem espinhas ou coma Iumpia (spring rolls), entre muitas outras opções, também junto ao distrito de Pecinan, nomeadamente no restaurante Lumpia Ganf Lombok.

- Chá nas montanhas: Medini Tea Gardens, Kendal

O terreno montanhoso e as temperaturas frescas no sul de Semarang reúnem as condições perfeitas para que as plantações de chá prosperem. A vegetação vibrante na área, a 1000 metros acima do nível médio das águas do mar, é motivo mais que suficiente para visitar este local com cenários de cortar a respiração! Além disso, não perca o Templo Promasan, que possui uma "casa-de-banho" da realeza, construída numa fonte termal natural!

Inspirámo-lo a explorar estas maravilhas escondidas de Semarang? Perca-se nestes lugares magníficos na Indonésia!

domingo, 16 de julho de 2017

Elegância americana

 Elegância americana

Luxo, sofisticação e desejo. O Grande Gatsby planeia uma história de amor que se desenrola em ambientes festivos em Long Island e Nova Iorque. É ideal para quem procura uma viagem vintage, nostálgica e/ou vibrante, com muitos sonhos e requinte. A nossa sócia Paula irá fazer estes itinerários muito em breve - e depois contar-lhe-á tudo!

quarta-feira, 12 de julho de 2017

A sua volta ao Mundo!

 A sua volta ao Mundo!

Ao contrário de Júlio Verne, presumimos que não tem 80 dias para dar a volta ao mundo, mas teremos todo o gosto em ajudá-lo(a) a planear uma. Pode sempre inspirar-se na viagem de Phileas Fogg e aventurar-se por Londres, Bombaim, Hong Kong ou São Francisco. Já não seria o(a) nosso(a) primeiro(a) cliente a fazer uma Volta ao Mundo - mas, dentro do género, há uma panóplia de recordes à sua espera!

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Lugares Mágicos para Visitar na Tailândia

Quando pensamos na Tailândia, provavelmente pensamos em praias de areia branca e águas azuis cristalinas em Phuket ou nas estradas caóticas e nos templos magníficos de Bangkok.

Mas acredite: existem locais na Tailândia que não vai acreditar que existem! Nem na Tailândia, nem em outro sítio qualquer!

De seguida, serão apresentados alguns locais únicos que o vão deslumbrar - a verdadeira magia na Tailândia!

1. O Grand Canyon da Tailândia - Sam Phan Bok, Ubon Ratchathani

Já não é preciso ir até aos EUA para ver uma maravilha da natureza. Conheça Sam Phan Bok, localizado em Ubon Ratchathani, uma província no nordeste da Tailândia.


"Sam Phan Bok" significa, literalmente, 3000 buracos. Foram milhões de anos de erosão pela água, a qual ajudou a moldar diferentes formas nestas estruturas rochosas. E é durante a época seca, quando a água diminui, que estas estruturas se revelam, proporcionando paisagens verdadeiramente místicas.


Há espaço para corações e até para o Mickey Mouse! Deixe a sua imaginação correr!

Localização: Tambon Lao Ngam, Pho Sai District, Ubon Ratchathani
Melhor altura para visitar: Durante a estação seca (de Novembro a Abril)
Aberto 24 horas / Entrada livre

2. Lago do Lótus Vermelho - Talay Bua Daeng, Udon Thani

Todos os anos em Janeiro, no início da manhã (preferencialmente, antes das 10h), este lago, na província de Udon Thani, transforma-se num pequeno paraíso. Mais de 8000 acres do lago Nong Han ficam cobertos por flores de lótus e lírios a florescer.


Alugue um barco e deixe-se envolver pela atmosfera de magia e romance. Utilize roupas claras se se quiser destacar no meio de tanta cor, nas fotografias!



Localização: Tambon Lao Ngam, Kumphawapi District, Udon Thani
Melhor altura para visitar: Durante a época de florescimento (Dezembro a Fevereiro)
Aberto 24 horas (o aluguer de barcos opera das 6h às 11h) / Entrada livre

3. Montanha com um templo no céu - Wat Chaloem Phra Kiat Phrachomklao Rachanusorn, Lampang

A 815 metros acima do nível médio das águas do mar, um conjunto de pináculos numa montanha rochosa embelezam a paisagem.



O templo foi construído pela determinação da comunidade que pretendia prestar homenagem a uma relíquia budista sagrada, no pico mais alto da montanha. Os tailandeses acreditam que quem chegar ao topo, a pé, de onde o local sagrado se encontra, será abençoado com sorte!



Localização: Thung Tong Village, Wichet Nakhon, Chae Hom District, Lampang
Entrada livre

4. Lagoa Azul Brilhante - Sra Nam Pud, Khao Phra Bang Khram Wildlife Sanctuary, Krabi

O que faria se estivesse a caminhar numa selva de folhagem densa e escura, cheia de grandes árvores altas com raízes tortuosas, semelhantes a grandes cobras e de repente descobre uma pequena abertura de árvores que leva a uma piscina de águas cristalinas e azuis? Provavelmente pensaria que estaria a sonhar. E realmente irá encontrar uma paisagem de sonho, aqui na Blue Lagoon.


Para além das águas cristalinas e brilhantes, existe ainda uma piscina natural bastante ampla, a Emerald Pool. De cortar a respiração!


Localização: Khlong Thom Nuea, Khlong Thom, Krabi 81120 Thailand
Horários: de Janeiro a Abril e de Novembro a Dezembro, das 10h00 às 15h00
Preços: USD $6.50 / 200 Baht (Adultos); USD $2.90 / 100 Baht (Crianças)

5. Praia e um Dragão - Talay Whag (Golden Scale Dragon Spine), Sa-Tun Province

Nesta praia, sempre com maré baixa, o mar revela algo bastante grande e misterioso. Com perto de 3 km de extensão, localizando-se entre duas pequenas ilhas, esse "algo" parece que é feito de ouro, quando a luz solar o ilumina. Cá para nós, é mesmo um dragão marinho a nadar!




Em vez de areia, esta duna é feita de partes de conchas que brilham com a luz do sol, tal como as escamas de um dragão brilhariam! Diz a lenda que quem caminhar ao longo da espinha do dragão irá receber energia pura do mar que ajudará a aumentar o seu chi interno.


Localização: Khao Khaung, Moo 1 , Tambon Ton Yong Po, Muang, District  Sa-Tun
Entrada livre na praia (poderá alugar um barco)

6. Trilho na Floresta até ao Mundo Perdido - Ang Ka Nature Trail, Doi Inthanon National Park

A Tailândia não é sempre sinónimo de tempo quente e tropical. Na região norte da Tailândia, especialmente em Doi Ithanon ("o topo da Tailândia"), a montanha mais alta da Tailândia, com mais de 2500 metros de altura, as temperaturas são bastante baixas, podendo inclusivé atingir valores abaixo dos 0ºC.


Por consistir num clima típico de altas altitudes, as espécies vegetais que aqui encontramos são diferentes de todo o resto da Tailândia. Já no caso desta floresta ser visitada num dia de nevoeiro, a envolvência misteriosa que surge faz-nos pensar que estamos numa floresta mágica. E estamos mesmo!


Localização: Ban Luang, Chom Thong District, Chang Wat Chiang Mai 50160, Thailand
Preço: USD $10 / 300 Bath (Adultos), USD $4.30 / 150 Baht (Crianças)

7. Penhascos Lendários - Pha Singh Lao, Chiang Mai

Esculpida pela escavação gradual da superfície terrestre, este fenómeno natural criou um penhasco notável, com majestosos pilares, com mais de 50 metros de altura, sendo consideradas as colunas de poeira mais altas da Tailândia.


Há quem diga que parece que estes pilares estão a usar um chapéu, que parece um bouquet de flores ou até brócolos. De alguns ângulos, faz-nos até lembrar as colunas tipicamente romanas. Consegue encontrar um leão gigante no topo do penhasco? Diz a lenda que estes pilares são tão bonitos, que fez com que o Grande Rei Leão virasse a cabeça para admirar a vista - daí o nome, Pha Singh Liao, que significa "Cliff of the Lion Turns Head".



Localização: Tambon Ban Tan, Hot District (Amphoe Hot), Chang Wat, Chiang Mai
Entrada livre

8. Cavernas com E.T.'s - Lam Klong Ngu National Park, Kanchanaburi

Entrar numa caverna escura pode não ser para todos. Especialmente no Parque Nacional Lam Klong Ngu, onde precisará de percorrer a floresta, quase rastejar e escalar para chegar à caverna. Mas quando chegar lá, garantimos que valerá a pena.



Dentro das grutas, poderá encontrar diversas estruturas de calcário, formadas ao longo de milhões de anos, e que deram origem a formações que parecem verdadeiras obras de arte. Algumas estruturas podem ficar com formas realmente fora do comum, fazendo lembrar a criatura do filme "Alien", daí alguns locais chamarem-lhe "Alien Rock". Uma das grutas, Yham Sao Hin (Stone Column Cave), possui a coluna de calcário mais alta da Tailândia (e a maior coluna do mundo), medindo 62.5 metros em altura.


Localização: PO. Box 4, Thong Pha Phum, Kanchanaburi
Horários: (telefonar para confirmar: 71180, 08 6175 4786, 084 9132381; +66 é o indicativo da Tailândia)
Preço: USD $7 / 200 Baht (Adultos),  USD $3.50 / 100 Baht (Crianças); Tours de Exploração das Cavernas também se encontram disponíveis

9. Paraíso das Borboletas - Pang Sida National Park, Sra-Kaew Province

Símbolo de transformação na natureza, as borboletas remetem-nos para os contos de fadas - não fossem as fadas ter asas de borboleta. Agora imagine-se no meio de milhares e milhares de pequenas fadas - entre Maio e Setembro, é o que vai encontrar neste Parque Natural, principalmente se o visitar de manhã, num dia solarengo.


De entre as mais de 400 variedades de borboletas que o deixarão encantado, poderá também vislumbrar as cascatas que se encontram neste Parque Nacional. Deixe-se envolver pela magia!


Localização: Tha Yaek, Mueang Sa Kaeo District, Sa Kaeo 27000, Thailand
Horário: das 06h00 às 18h00
Preço: USD $7.00/ 200 Baht (Adultos). Metade do preço para crianças.

10. Acima das nuvens - Mokoju Peak, Mae Wong National Park, Kamphaeng Phet

Por vezes, quanto mais árdua é a viagem, mais gratificante é a sensação quando se chega ao destino. É o que lhe irá acontecer quando chegar ao cume deste local, ao se sentir recompensado pela deslumbrante vista do mar de nuvens, tão longe quanto os seus olhos podem ver, pairando sobre as colinas que se encontram abaixo.



Este cume encontra-se a 1964 metros acima do nível médio das águas do mar. Uma curiosidade: "Mokochu" é uma palavra utilziada por uma tribo local significando, literalmente, "Parece que vai chover" - o que se explica pelo facto de haver sempre nuvens neste local, parecendo que, efectivamente, vai chover. Chegar ao cume não é fácil, dado que apenas poderá ser acedido através de um percurso de trekking de 30 km ao longo da floresta, em terreno acidentado, percurso esse que vai requerer 5 a 6 dias de viagem de ida e volta, com o acompanhamento de um guia do parque. É considerado um dos caminhos mais difíceis de percorrer na Tailândia, mas acredite que a vista vai compensar.


Localização: Tambon Pang Ta Wai, Amphoe Pang Sila Thong, Chang Wat , Kamphaeng Phet 62120



Não deixe também de visitar:

- Waterslide Natural - Tham Phra Waterfall (Monk Cave Waterfall), Bueng Kan Province
Seja como Mowgli, do "Livro da Selva", e divirta-se num verdadeiro parque aquático natural, no meio da selva!

- Baleias no Céu - Hin Sam Wan, Phu Singh Forest Park
Pedras que parecem baleias, com mais de 75 milhões de anos, e a 350 metros acima do nível do chão!

- A rainha das Cascatas - Thi Lo Su Waterfall, Umphang Wildlife Sanctuary, Tak Province
Com mais de 300 metros de altura e cobrindo uma área correspondente a cerca de 5 campos de futebol, esta é realmente uma cascata monumental.

- Guilin da China... na Tailândia - Ratchaprapha Dam, Surat Thani Province
As formações rochosas, a par das árvores verdes que crescem em cima da superfície acidentada, proporcionam uma visão verdadeiramente deslumbrante que é difícil de esquecer.

- A Montanha que é um elefante adormecido - Doi Chaang Pha Don, Prae Province
Considerado o ponto mais alto da Prae Province, na região norte da Tailândia, esta zona montanhosa parece que está a usar coroas com espinhos. Quando atingir o ponto mais alto da montanha, deixe-se deslumbrar pela vista panorâmica de 360º que lhe permite ver praticamente toda a província!

- Tomar banho ao Luar - Sangchan Waterfall, Ubon Ratchathani Province
A água que desce na cascata parece ter um efeito mágico. Seja quando a luz do sol mais incide nas águas ou quando a lua cheia incide na cascata, qualquer momento é bom para visitar este local.

- Sinta-se a explorar Marte - Pong Yup, Ratchaburi
Testemunhe este fenómeno natural onde o chão parece ter-se afundado com a erosão ao longo do tempo, e o que resta é um penhasco de 5 metros com pilares de barro.

- Um penhasco flamejante na praia - Had Pha Dang (Red Cliff Beach), Prachaub Khiri Khan
Na província na região sul da Tailândia, existe uma praia, com cerca de 10 km de extensão, que se encontra rodeada por um penhasco bastante distinto, com grande valor geológico, pela sua cor avermelhada, que nos faz lembrar chamas!

- Uma planície de rochas nas montanhas - Lan Hin Pum, Phu Hin Rong Kla National Park, Phitsanulok Province
Fenómeno geológico que permitiu a "criação" de pedaços arredondados de rochas, com tamanhos estranhamente semelhantes, espalhados por todo o espaço. Parece que alguém agarrou cuidadosamente em cada um dos pedaços de rocha e colocou cada um deles deliberadamente na montanha - mas não, trata-se apenas de (mais uma) incrível obra da natureza.

Não deixe de visitar estes lugares verdadeiramente mágicos na Tailândia!